ELOHIM

 

OS SETE PODEROSOS ELOHIM e os seus complementos femininos são os construtores originais da forma. Consequentemente, Elohim é o nome de Deus usado no primeiro verso da Bíblia: “No começo Deus (Elohim) criou o Céu e a Terra.”

Servindo diretamente sob o comando dos Elohim estão os quatro seres dos elementos, que têm domínio sobre os elementais ou espíritos da natureza: os gnomos, as salamandras, as sílfides e as ondinas.
Na ordem da hierarquia, os Elohim e os Seres Cósmicos trazem consigo a maior concentração de Luz que podemos compreender, no nosso estágio da evolução. O nome Elohim expressa a plenitude dos poderes de Deus. Na Bíblia, Deus, no seu papel de Criador e Governante do universo, que rege os assuntos dos homens e controla a natureza, é conhecido como Elohim.
Na Cabala, Elohim está associado à justiça divina e ao julgamento. O cabalista Joseph Gikatilla afirma que Elohim não é somente o que dispensa o castigo divino, mas também o doador da vida. Ele diz:
"- Elohim é conhecido por alguns cabalistas como a essência do fogo consumidor."
Os Elohim elevam as almas de luz e ajudam aqueles que não conseguem carregar o peso do seu próprio carma. Poderemos imaginá-los, também, como sete pilares – cada Elohim, cada pilar, sustentando um aspeto diferente do nosso mundo.
Os Elohim convidam-nos a visitar os seus retiros etéricos enquanto dormimos. Podemos escolher um retiro em cada noite, visualizando o local e fazendo o chamado ao arcanjo Miguel que nos leve a esse Retiro.